www.noticiasdaamadora.com.pt
Domingo, 22 de Julho de 2018

  [Pesquisa avançada]
Ed. de 2008-10-25

  [Local]
  [Regional]
  [Nacional]
  [Internacional]
  [Opinião]
  [Sociedade]
  [Movimento social]
  [Economia social]
  [Viver cultura]
  [Horizontes]
  [Desporto e lazer]
  [Emprego]
  [Mulher]
  [Actividade Económica]
  [Tema]

   

   

   

   

   

   

   

   

   

   

   

   
No 50º aniversário da fundação
Dar à notícia a celebração pública

Há 50 anos, no dia 25 de Outubro de 1958, o jornal «Notícias da Amadora» foi pela primeira vez apregoado na rua. Surgia o periódico que durante 48 anos havia de celebrar a notícia sem se deixar amordaçar, mesmo nos 16 anos de ditadura e obscurantismo em que se publicou. Um jornal que exaltou a queda do regime fascista em 25 de Abril de 1974 e que viria a soçobrar em democracia. Esta é uma das muitas contradições e fragilidades do regime democrático, a contingência do arbítrio que nega ou enfraquece a própria democracia.   
[Clique para ver artigo completo]


Nota Semanal

Um registo

Assinalar o 50º aniversário da criação do «Notícias da Amadora» traduz o reconhecimento do papel que desempenhou no país, durante 48 anos. Decidimos fazê-lo desta forma singular, concitando os últimos dos colaboradores a registarem aqui a efeméride. Nem todos tiveram disponibilidade para o assinalarem por escrito.   

Antes de celebrar meio século

O «Notícias da Amadora» como escola de cidadania

Esta semana, na 5ª feira se o «Notícias da Amadora» se publicasse faria 50 anos. Fechou antes de celebrar meio século. Proeza cada vez mais difícil de alcançar pelos jornais. Mesmo assim é possível lê-lo pelos meios que as tecnologias permitem. As mesmas que fazem concorrência ao tradicional jornal de papel.  



Cultura

Em louvor de João Abel Manta

O nosso maior desenhador humorístico e talentoso ilustrador fez 80 anos este ano e a Assírio & Alvim acaba de publicar uma lindíssima antologia deste mestre, um tributo mais do que merecido a alguém que pode emparceirar com Rafael Bordalo Pinheiro ou Leal da Câmara: “João Abel Manta, Caprichos e Desastres”, por João Paulo Cotrim, Assírio & Alvim 2008.  

Crítica de TV

A Feira

Quando em 58 o inesquecível e inesquecido Orlando Gonçalves arrancou com o “Notícias da Amadora”, a televisão portuguesa, então consubstanciada apenas na RTP, estava ao estrito serviço da ditadura fascista, pelo que dela em princípio nada de bom haveria a esperar não apenas na área da informação,...   



Notícias da Amadora

Entre o afecto e a lucidez, uma reflexão em 2008

Há trinta anos comecei eu a escrever em jornais. Depois de algumas aventuras juvenis em jornais escolares, chegou o mês de Agosto de 1978. A propósito da morte apenas civil do poeta Ruy Belo, escrevi um poema que enviei a Carlos Pinhão.   

Notícias da Amadora

Memória e saudação

Após a paragem da publicação em suporte de papel, será que se sente a falta do «N.A.»?
Tendo em conta o panorama da imprensa escrita que temos, será que existe o vazio resultante da ausência do «N.A.»?  



Ponto Político

A coisa

Encontrei há tempos os resultados de um trabalho elaborado por uma importante empresa de estudos de mercado, segundo o qual mais de 47% dos portugueses lêem habitualmente jornais regionais.  

Ponto Político

A cidade vem a seguir...

Não nasci aqui, mas sinto-me de cá! É assim que me vejo perante esta cidade onde vivi os últimos 34 anos da minha vida. Como parte dela, daquelas partes que a fazem no seu dia a dia, que compõem o seu ser, que incluem a sua matéria, e por isso me preocupo. Porque como em todos as coisas vivas, as partes compõem o todo e sem uma delas a composição deixa de funcionar na plenitude.   



Design

Emagrecer (in) Design

Embora possa parecer uma perda de tempo,na verdade é preferível ter uma conversa demorada antes da produção, do que um discurso zangado no final.  

   


 

Censura 16 revela 28 por cento das provas do arquivo de Censura (1958-1974) do Notícias da Amadora. É constituída por 40 cadernos (960 páginas A4), onde se reproduzem, algumas delas também fac-similadas, 781 peças jornalísticas. Um documento único (leia aqui os temas tratados) que insere textos assinados por 222 pessoas, o que representa 44,2 por cento das pessoas que subscreveram textos destinados ao Notícias da Amadora e que sofreram cortes da Censura de António Oliveira Salazar e Marcelo Caetano.

Daniel Melo, historiador e investigador associado do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, leu e reflectiu sobre a colecção Censura 16. O artigo foi publicado na edição de Notícias da Amadora, em 10 de Março de 2005. Pode lê-lo aqui: A comunicação distorcida (ou a censura exemplar ao jornal Notícias da Amadora, 1958-1974).

O Notícias da Amadora foi em 2005 e 2006 mais uma vez alvo da censura, o que atesta que esta não é um fenómeno do passado. Hoje deixou de usar o lápis azul, para passar a exercer-se pelo corte sistemático da publicidade e pelo estrangulamento financeiro de empresas detentoras de publicações que tenham uma orientação editorial alternativa ao pensamento único.
A censura de Salazar e Caetano não conseguiu calar o Notícias da Amadora. Mas a censura económica actual obrigou à suspensão da edição impressa do jornal. Mas o Notícias da Amadora mantém-se presente neste sítio.
A redacção do jornal, os seus colaboradores e os Amigos do Notícias da Amadora desencadearam iniciativas e acções para contrariar as atitudes persecutórias. Entre elas, um abaixo-assinado contra a Censura ao jornal, que pode ler aqui, como ver duas ilustrações alusivas à censura dos nossos dias.

Anexos:
Ilustração 1
Ilustração 2

O seu apoio ao Notícias da Amadora faz a diferença.


 


   [Agenda]
   [Livro de visitas]
   [Caixa de correio]
   [Assinaturas]
   [Publicidade]
   [Ligações]
   [Ficha técnica]
   [O jornal]
   [Nome da escrita]
   [Orlando Gonçalves]
   [Amigos N.A.]
   [Parceiros]
   [Espaço cívico]
[Observatório Censura]
[Estereótipos]
[Galeria Temporária]

Notícias da Amadora 
25 de Outubro
1958-2007

1.637 edições impressas
48 anos de notícias



Notícias da Amadora precisa do seu apoio, nomeadamente, uma contribuição para manter viva esta voz que a ditadura não foi capaz de calar.

Censura 16

Inéditos do Arquivo de Censura do Notícias da Amadora (1958-1974).
Adquira a colecção completa de 40 números (960 páginas) apenas 50€!


Leia um livro, visite uma exposição, veja teatro e cinema. Veja as nossas sugestões na Agenda

Quanto custa um grupo
O sistema mediático mudou. A constituição dos grupos na comunicação social teve efeitos.
Leia aqui.



[Última edição] [Arquivo] [Dossiers] [Censura16] [Companhia] [Ideias]
[Caixa de Correio] [Contactos] [Assinaturas] [Publicidade]


2002-2007 © Regimprensa - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por: VistaNet